23 setembro 2019

Google vai certificar mais uma turma de educadores inovadores no Brasil

Grupo de trabalho Macacators do qual fiz parte na Academia Innovator 2017 no Google. Foto: Marcio Motta

O Certified Innovator Program, iniciativa do Google que certifica educadores em diferentes países está com chamada pública aberta em 2019 no Brasil. O programa está com inscrições abertas até 27 de setembro e vai selecionar 36 educadores inovadores que vão participar da Academia de Inovação em dezembro, na sede do Google em São Paulo.

Ser um profissional multi certificado e reconhecido pelo Google é uma missão não tão impossível para os educadores que já desenham suas práticas pedagógicas com auxílio das tecnologias. A empresa mantém diversos recursos como as ferramentas da suíte Google for Education, além de dispositivos como os chromebooks e os programas globais de certificação.

As certificações oferecidas pelo Google são obtidas através de exames online ou chamadas públicas. Para ajudar os interessados a empresa oferece um centro de treinamento online - o Google Teacher Center - onde é possível se preparar para cada umas das certificações a partir de trilhas de aprendizagem online desenhadas por educadores e para educadores de todo o mundo.

Através do Teacher Center é possível ter acesso a quatro tipos de certificação: Educador Nível 1, Educador Nível 2, Instrutor Certificado e Inovador Certificado. As duas primeiras avaliam seu domínio sobre ferramentas digitais e o que você consegue produzir a partir dessas ferramentas. A certificação de Instrutor atesta a capacidade de auxiliar outros professores na aplicação de tecnologias. Todas elas são obtidas através de exame online com duração de 180 minutos, sem intervalo.

A certificação de Inovador globalmente conhecida como Google Innovator, é um pouco diferente. Não se trata de prova e sim seleção pública que vai escolher pessoas com atuação inovadora na educação, comprovada pelos critérios definidos pelo Google, e um desafio a ser desenvolvido ao longo de um ano. Os selecionados participam da Academia de Inovação, em São Paulo, onde dão os primeiros passos para que o desafio submetido se transforme num projeto de inovação para a educação brasileira. O projeto será mentorado e acompanhado durante toda sua execução.

Innovators da turma BZR17 trabalham em equipe durante a Academia de Inovação na sede do Google em São Paulo. Foto: Neto Dutra.

Grandes projetos nascidos durante a Academia de Inovação do Google já ganharam o Brasil e continuam ativos e transformando a educação do país até hoje. Exemplos que merecem destaque são os projetos com foco em produção e análise de mídia como o HoaxBusters e o MidiaMakers, iniciativas de formação de professores como o podcast EdueDaiAmplifica e o ProfLab e iniciativas de empoderamento dos estudantes como o projeto Teacher for a Day. Todos os projetos da turma de 2017 podem ser consultados através do link: http://bit.ly/showcasegoogleinnovatorsbrz17 

A última vez que a Academia Innovator esteve no Brasil foi em 2017 quando formou a segunda turma de Innovators com 36 selecionados. A primeira turma de Innovators aconteceu em 2014 e certificou 54 educadores de todas as regiões do país. Em 2019 já aconteceram academias de inovação nas cidades de Sydney e  Londres. Além São Paulo estão programadas academias em Tóquio, Cingapura, Nova York e Estocolmo.

Todas as certificações para educadores do Google são internacionais e os educadores certificados passam a integrar uma comunidade prática ativa composta por profissionais de todo o mundo, além de fazer parte do diretório Google for Education.

A chamada pública da seleção para a Academia Innovator está aberta desde janeiro no link www.certifiedinnovators.com.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Que tal comentar?